sábado, 4 de abril de 2009

O regresso do campeonato



Amanhã temos mais um jogo importante, desta feita na Amadora. Será mais uma final. A nossa margem de erro é pouca (ou nenhuma), visto que temos pontos a recuperar e que já sabemos de ante-mão que o Porto ganhou em Guimarães.
Tivemos alguns dias de paragem, o que pode ser bom, mas desta última interrupção no campeonato nacional resultaram algumas baixas. Baixas essas de "pesos pesados": Luisão, Reyes, Suazo, só para citar alguns.
Deste modo, o jogo de amanhã ainda se tornará mais difícil.
Fala-se muito nos ordenados em atraso, neste caso, do Estrela da Amadora. Para quando uam Liga a sério, isto é, uma Liga profissional no sentido literário da palavra? O "dossier" «ordenados em atraso» é cada vez mais uma constante no nosso futebol e, infelizmente, é "só" um dos gravres problemas da nossa Liga.
Muita gente encara esta sistuação como uma possível vantagem para a nossa equipa. Não vejo nenhuma vantagem, bem pelo contrário. Na época passada - salvo o erro - fomos à Amadora jogar a Liga dos Campeões, com o Estrela na mesma situação, e acabamos por empatar a partida.
Não será, então, por isso que a nossa equipa "desvalorizará" o adversário, pois não faz parte do nosso carácter.
Tenho a certeza que entraremos com "ganas de ganar", com raça, querer e ambição. Ou seja, "à Benfica". Tenho dito.


Suazo foi operado, como se sabe.
Reyes está lesionado, pelo que não poderá actuar. No entanto, hoje veio a público umas declarações do seu pai, onde afirmava, depois de ter conversas várias com o filho, que este jogaria com dores se preciso fosse... só para ajudar o Benfica!!
Sempre tive a sensação que Reyes tinha um grande carácter e, hoje, demonstrou-o mais uma vez. Tem consciência da sua importância na equipa.
Chegou há relativamente pouco tempo, mas já aprendeu o que é ser (jogar) do (no) Benfica. Sabe em que clube joga, tem noção da grandiosidade do mesmo, respeita-o e sacrifica-se.
É isto que nós queremos: jogadores como o Reyes e como tantos outros do nosso plantel. É dos nossos, não há dúvida. Que por cá fique por muitas épocas, sempre ao seu melhor nível, impondo a sua magia e classe, e com este grande carácter.

O que importa é que depois da paragem, finalmente teremos BENFICA: este, sim, o meu clube; este, sim, a minha Selecção.
Não quero deixar de expressar o meu lamento para com as actuações da Selecção Nacional. Foi triste, algo vergonhoso e, até mesmo, impensável (ou não!).
Lembro que nenhum jogador do Enorme Glorioso foi convocado para a Selecção principal. Apesar de não concordar com tal opção - pois, para mim, Moreira (ou Quim), Rúben Amorim, Carlos Martis e Nuno Gomes são jogadores de selecção... são melhores que muitos que lá estão que só fazem turismo -, foi de maneira que os pouparam da... humilhação.

É o regresso do campeonato, com mais uma diferença: Pinto da Costa e restantes arguidos foram ilibados. No entanto, o Ministério Público recorrerá da decisão.
Isto vai dar em nada ou em coisa nenhuma...
Mas... "Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura". Será?


BENFICA, mais do que um clube, é uma autêntica NAÇÃO!!

2 comentários:

aguiadainvicta disse...

grande texto vamos ganhar GRANDE AMIGA. BJS

águia_livre disse...

Ganhámos o jogo e isso foi o mais importante.

Fica bem
.