sábado, 19 de setembro de 2009

Liga Europa: BENFICA (2) - Bate Borisov (0)


Na passada quinta-feira o Benfica venceu o Bate Borisov por duas bolas a zero, num jogo do âmbito da recém criada Liga Europa (antiga Taça UEFA), em plena Catedral da Luz.
Perto de 40 mil pessoas assistiram à partida que, desde logo, teve algumas surpresas em relação ao, até então, último onze inicial. Numa política de gestão de esforço dos mais utilizados e numa atitude de premiar o esforço e trabalho dos menos utilizados, entraram para o onze titular: Júlio César, Maxi Pereira (o indiscutível lateral direito, que sofreu uma lesão em Guimarães e que recuperou o seu lugar), Felipe Menezes e Nuno Gomes.
Independentemente de quem jogue, não se nota a diferença entre uns e outros. Ficou, mais uma vez provado, que temos um plantel de grande qualidade, com vários jogadores de alto nível para cada posição.
Quanto ao jogo, como era de se esperar, a primeira parte acabou por ser melhor que a segunda.
No primeiro tempo o Glorioso jogou ao ritmo que há muito nos habituou, criando oportunidades várias. A fluidez de jogo é uma constante. A equipa joga e faz jogar, brilha em cada jogada, fazendo as delícias dos adeptos. Os golos surgiram naquele tempo. Primeiro, por Nuno Gomes. Grande golo do nosso capitão, que regressou - e bem - à titularidade, com a sua devida braçadeira de líder-mor da equipa Gloriosa; a sua recepção, com o peito, foi simplesmente fantástica e, depois, com a devida frieza na hora de rematar, mandou, sem piedade, a bola para o fundo da baliza adversária "à matador", "à Nuno Golos". Já o segundo golo foi conseguido através de Tacuara Cardozo, depois de uma assistência magistral de Nuno Gomes... que passe!! A dupla atacante da noite europeia foi feliz, fazendo ambos o gosto ao pé. Nuno Gomes mostrou que ainda está vivo, ao contrário do que alguns pensam, mostrando que "quem sabe nunca esquece" e sempre com sua disponibilidade em ajudar a equipa, espírito de sacrifício e liderança, talento, trabalho e classe. Tenho dito!!
No segundo tempo, o Benfica tirou o pé do acelerador não só - e como já referiu o nosso treinador - não pode golear sempre, mas também já a pensar no jogo (que talvez tenha uma dificuldade acrescida que este para a Liga Europa) com o Leiria. O rendimento foi menor, a gestão foi evidente, mas também houve tempo para marcar mais, o que não acabou por acontecer.
O objectivo supremo era a vitória que, de resto, foi (bem) conseguida. Não podemos pedir goleadas sempre, pois temos de ser coerentes e realistas. Mesmo assim, em Leiria é para... golear, para calar bocas imundas.
O "Sonho Europeu" continua e temos equipa para... sonhar bem alto.


VIVA O BENFICA!!!

4 comentários:

Jotas disse...

Próximo cliente: Leiria.

GIL VICENTE disse...

Por onde tem andado a Linda Princesa?
Ocupadíssima com exames?

mas continua brilhante, lá isso continua!

Ai, aquele "quid" para o belo, seja na elegância pessoal, seja na elegância escrita, está lá bem entranhado, para felicidade do Benfica e dos Benfiquistas que têm a honra e prazer de com ela privar, ainda que só através das "on lines".

Beijinho, Princesa!

águia_livre disse...

Foi um bom jogo com um golo de antologia do Nuno Gomes

Fica bem
.

Viriato de Viseu disse...

E logo esta Princezinha do AVE, não ficasse de cara babada, com aquele golo do NUNINHO!!!

Por acaso até foi um golo à Nuno Gomes. Podia e devia ter marcado mais, mas pronto, cumpriu!!!

O rapaz está com a moral em cima!!!

JOKAS para quem é tão linda.